Carregando...
Agência Digital 360º
Blog | Duo Studio Interativo

O que é gamificação e seu espaço no marketing

15 / junho / 2021
Lucas Teles Boeira | Duo Studio Interativo

por Lucas Teles Boeira

Games

Aplicativos

Fala sério, você já deve ter, ao menos uma vez, jogado algum tipo de game, certo?

 

Seja no videogame, PC, celular e afins, os jogos eletrônicos nos fazem imergir em um mundo mágico, que proporciona diversão e prazer, com todos os seus desafios e recompensas dentro de cada história.

 

É aí que entra o conceito de gamificação.

 

Os games possuem uma capacidade própria de mexer com nosso emocional e nos influenciar a ponto de, inclusive, gastarmos dinheiro real para conseguirmos upgrades a nossos personagens.

 

Mas, mais do que isso, a gamificação pode ser uma grande aliada do marketing digital.

 

A gamificação é um método valioso

 

Este método é valioso para o mercado do marketing, já que, fazendo uso dessa persuasão natural que os jogos eletrônicos têm sobre as pessoas, facilita na definição da persona a ser atingida por sua empresa. Além disso, contribui para um aumento no engajamento, estimulando a participação desse público.

 

Por exemplo:

 

Uma empresa produz uma campanha ou uma peça publicitária com o objetivo de que ela seja compartilhada, para que alcance mais pessoas. Contudo, o gosto das pessoas anda cada vez mais seletivo sobre aquilo que compartilham em relação a marcas, principalmente em suas redes sociais.

 

Com a gamificação, as chances de você produzir um conteúdo mais instigante e interativo são maiores e aumentam as probabilidades de ele ser reproduzido e enviado em larga escala.

 

Como funciona a gamificação?

 

Confira algumas dicas para colocar isso em prática e quais técnicas utilizar.

 

Nem todo game é gamificado: antes de você pensar em criar um game utilizando os conceitos e ideias citados acima, precisa entender que nem todo game é uma gamificação. Para ser gamificado, deve preencher alguns requisitos básicos: o usuário deve interferir na história; precisa demandar algum esforço; não pode ser um jogo de sorte, como girar uma roleta, por exemplo; precisa ter regras fixas, resultados variáveis e mensuráveis; e não definir vencedores ou perdedores.

 

- Técnicas úteis: para que dê certo, você precisa levar em conta pontos importantes: história envolvente, níveis de dificuldade, níveis de jogador, rankings, emblemas e recompensas que instiguem o usuário.

 

- Deixe o usuário livre: o usuário precisa sentir que está no controle. Ofereça a menor quantidade de dificuldades possíveis, como excesso de anúncios, bugs, gráficos ruins e afins.

 

Como colocar em prática

 

Como você viu, não é tão simples criar algo bom e que realmente funcione de acordo com os objetivos da sua empresa.

 

Mas, fique tranquilo! Aqui, na Duo, nós temos uma equipe extremamente qualificada e que pode direcionar você para as melhores opções de acordo com aquilo que você necessita para a sua empresa.

 

Entre em contato conosco clicando aqui e conheça o nosso trabalho de marketing 360!


news relacionadas