Carregando...
Agência Digital 360º
Blog | Duo Studio Interativo

Como posicionar o marketing da sua empresa em meio ao Coronavírus?

24 / março / 2020
Marco Zeminhani | Duo Studio Interativo

por Marco Zeminhani

coronavírus

Performance

Desde o início da propagação do novo coronavírus e com o crescente isolamento social, muito importante para a garantia da saúde das pessoas, muitas empresas estão aflitas com o impacto da crise. Afinal de contas, como posicionar sua marca nessa situação? Como atingir os resultados? O que fazer?

 

Essas são perguntas que muitos profissionais que atuam com Marketing ou Vendas, e áreas relacionadas, estão se fazendo no momento. Nós também!

 

Ser contra-intuitivo

O primeiro passo para sofrer menos os possíveis impactos de uma crise é não se apavorar e tomar medidas drásticas desnecessárias ou equivocadas. É muito comum, nessas situações que busquemos ações de retração, como segurança, uma medida bastante intuitiva.

 

No entanto, é importante fazermos um exercício de contra-intuição, ou seja, pensarmos de maneira que não sejamos induzidos pela emoção ou daquilo que é mais comum.

 

É fácil fazer isso?

Definitivamente, não. Mas, é preciso buscar forças criativas para superar essa dificuldade e não embarcar no modo mais prático.

 

O que fazer se não pode vender?

Essa retração da sociedade impacta no número de vendas, com certeza. Desconfiadas do cenário futuro e com incertezas em mente, as pessoas tendem a não efetuar compras de produtos e serviço, principalmente os de maior valor agregado.

 

É uma tendência natural que pensem na aquisição de materiais apenas necessários, como alimentos, por exemplo.

 

Nesse cenário, o que sua marca está fazendo?

Se as pessoas não querem comprar, não adianta fazer campanhas de vendas. É preciso mudar o foco. Uma das saídas é utilizar os canais de mídia para ativar campanhas de relacionamento. Mude o foco do conteúdo de venda para mensagens que contenham informação, que tranquilizem as pessoas diante do cenário conturbado.

 

 

Manter ou não campanhas ativas?

Um dos primeiros reflexos das crises são os questionamentos sobre manter ou não campanhas de mídia ativas. Afinal, de contas, se as pessoas não estão comprando, vale a pena investir em campanha?

 

O entendimento nesse caso é que tudo deve ser bem avaliado, de novo, utilizando a fórmula contra intuitiva.

 

Primeiro, é preciso aceitar a realidade do momento, de que metas de vendas (e outros KPIs) podem não ser atingidas. Depois, avaliar como as campanhas podem ajudar a empresa no meio da crise e qual será o direcionamento do conteúdo divulgado.

 

Não abandone seus clientes

Uma das regras nessa hora conturbada é não abandonar seu cliente no momento que ele mais precisa de você e você precisa dele. Lembre-se que você não poder vender agora é ruim, mas pior será se não puder vender depois que tudo isso passar, porque seu cliente foi acolhido por outra marca.

 

Por isso, uma das sugestões é manter um canal de comunicação ativo com seu público, a fim de que ele não esqueça da sua empresa, dos seus produtos ou serviços e volte a comprar assim que puder.

 

Sabemos que, no meio dessa situação, é bastante complicado analisar de maneira fria e acertada. Os cenários mudam a toda hora. Mas, o importante é investir em ações buscando acertar sempre, e ter a certeza que tudo vai melhorar!


news relacionadas