Carregando...
Agência Digital 360º
Blog | Duo Studio Interativo

Branded Content: uma verdadeira ferramenta de poder

20 / fevereiro / 2020
Paola Freitas | Duo Studio Interativo

por Paola Freitas

branded content

Redes sociais

Todos os dias, nós consumimos algum tipo de conteúdo persuasivo em diferentes plataformas midiáticas. Nossas escolhas, nossos gostos e até mesmo nossos interesses são influenciados por esses conteúdos sem que possamos perceber ou controlar. Porém, se não olharmos com atenção, apenas tentando nos convencer do contrário ou lutar contra esse fato, perderemos algo importante: a possibilidade de aprender mais sobre o poder persuasivo em conteúdos publicitários.

 

Como agência de marketing digital, a Duo analisa diariamente esses comportamentos, buscando entendê-los para colocar-se com assertividade nesse meio. A gente sabe que o marketing sempre produziu conteúdos persuasivos, seja em formato de texto, imagens, vídeos ou áudios, e que suas estratégias são variadas e mudam conforme o cliente.

 

Por isso, dentro desse infinito de táticas de abordagem, trazemos para a mesa o branded content, uma ferramenta de persuasão efetiva e muito popularizada na última década. Permita-se ser persuadido.

 

Branded Content: a ferramenta de poder

 

O termo branded content pode ser traduzido para o português como conteúdo de marca, conceituado como um conteúdo produzido para uma marca específica. Entretanto, é importante ressaltar que nem todo conteúdo produzido para uma marca é branded content. Ao contrário do marketing convencional, essa ferramenta de poder é adepta à abordagem indireta da marca, oferecendo para o consumidor relevância e valor, sem necessariamente comunicá-la.

 

Conteúdos como esses são apresentados como informação, publicidade ou entretenimento, entregando ao cliente um material de grande importância. Raramente essa comunicação falará abertamente da marca ou do produto, podendo abordar assuntos genéricos ou específicos que apresente um propósito, muito provavelmente o mesmo da empresa.

 

Um exemplo de branded content bastante conhecido é a abordagem publicitária da Coca-Cola. Durante suas propagandas ou conteúdos publicitários, não percebemos a citação direta da marca e dos produtos, mas sim do conceito que ela deseja transpassar e vender. No caso da Coca, felicidade.

 

Branded Content x Marketing de Conteúdo

 

Apesar das semelhanças, ambas as estratégias são diferentes e devem ser escolhidas conforme o planejamento de comunicação da marca. Branded content, como já explicamos, se trata do conteúdo diretamente ligado à marca e à sua imagem. O marketing de conteúdo, por sua vez, propõe a resolução de problemas do consumidor, que não necessariamente precisa conhecer a marca para saber que ela é uma solução. Ele é inteiramente focado à interação do interessado com a marca, ou seja, na jornada que este percorre até se tornar um cliente.

 

Para quem busca criar reconhecimento de marca entre os consumidores, apresentar valores, lançar uma campanha diferente que abranja outras áreas e buscar transformar sua imagem no mercado, o branded content é a melhor opção. Ele busca fugir da publicidade convencional e dos conteúdos institucionais para apresentar uma marca de valor.

 

Já para quem busca desenvolver um relacionamento mais próximo ao consumidor, se destacar no seu nicho de atuação, atrair público de maneira natural e contextualizada e educar o mercado sobre os produtos que oferece e suas variáveis, o marketing de conteúdo é a escolha certa a ser feita.

 

O superpoder da persuasão

 

Completamente diferente da manipulação, a persuasão chega para ser sua amiga. Conta coisas que você vai amar ouvir e te convence a tomar uma decisão, plantando na sua cabeça a ideia de que a escolha foi 100% sua. Esse é um superpoder invejado, vulgarizado e, algumas vezes, até transformado em vilão da história. Mas nós temos as melhores razões para acreditar que a persuasão traz um mundo de possibilidades e aprendizados infinitos.

 

Como marca, você aplica esse poder persuasivo para conhecer seu público, entender a linguagem com a qual ele se comunica e quais suas necessidades e desejos. Um conteúdo não persuasivo deixará claro seu objetivo de convencimento, mas um conteúdo pensado e planejado de maneira que aconselhe alguém a tomar uma decisão passará despercebido e apresentará maiores resultados.

 

Quer saber mais como essa e outras estratégias podem ajudar sua empresa a buscar esses resultados? Vem conversar com a Duo. :) 


news relacionadas